Arquivo | agosto 2015

O que são os objetos de aprendizagem?

Nukácia Araújo afirma que os recursos digitais atraem os alunos, pois eles  estão acostumados a eles no seu dia a dia. Entretanto, é necessário que o professor conheça bem o objeto com o qual deseja trabalhar. Ele precisa ir ao repositório e ver o objeto, manusear, entender, jogar, e se necessário, completar com outras atividades.

(trabalha-se com outros recursos e completa-se com eles)

https://www.youtube.com/user/509020ru/videos

Foi depois de ler um livro de Roger Chartier, “A aventura do livro: do leitor ao navegador”, que o meu interesse em estudar as maneiras de ensinar utilizando a tecnologia começou a crescer.

Meu canal no youtube: www.youtube.com/user/509020ru/videos

A conta do youtube possui vídeos realizados durante minha bolsa de estudos nos EUA em 2014, projetos desenvolvidos com meus alunos de Língua Portuguesa, pequeno monólogo sobre a minha intenção de pesquisa e algumas brincadeiras dos meus gatinhos.

A necessidade do trabalho com mídias

Hoje é corriqueiro vermos crianças e jovens utilizando a tecnologia para se comunicar, interagir, obter informações ou mesmo para se divertir. Essas pessoas compartilham informações, trocam ideias, enviam fotos e vídeos, fazem uso de games, conversam, entre outras atividades. Os jovens hoje em dia passam mais tempo online e relacionando-se entre si através da internet, do que em qualquer outro meio de comunicação.  Diante desse quadro, demanda-se a necessidade da escola adequar-se à nova realidade.O trabalho que desenvolvo investiga alternativas de ensino e aprendizagem de Língua Portuguesa por meio do uso da internet. Mais especificamente, propõe-se a discutir e a desvendar possibilidades favoráveis de ação em meio a um ainda árido conjunto de ferramentas que o professor dispõe. Este site propõe-se ainda a analisar o que se tem em termos de opções na internet e a antecipar a necessidade de um levantamento minucioso de sites e ambientes de aprendizagem que não simplesmente transcrevam páginas de livros didáticos para a internet, mas que se comprovem como métodos eficazes de auxílio ao professor.

Foi por meio das aulas da professora Rozana Messias que primeiramente tomei contato com o texto “Vygotsky e o ciborgue”, de Vilson Leffa. Mais de um ano depois, surpreendida pela qualidade do repositório de objetos de aprendizagem da Universidade de Pelotas, vim a saber que o professor é o responsável pelo trabalho.